terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Cópias, somente cópias...

Olá pessoas!

Quando nasce um ser humano, este nasce com um única identidade, com características físicas e mentais diferentes dos demais... Mesmo sendo gêmeos, esses são diferentes entre si (o DNA é um grande exemplo disso), não sendo possível que um ser humano seja igual 100% a outro. Durante a vida aprendemos que a sociedade apresenta-nos um "padrão" a ser seguido de forma que todos fiquem igualzinhos perante tudo... Dessa forma, fica mais fácil lidar com os "iguais" já que eles possuem ideias, pensamentos e questionamentos iguais... Assim uma única resposta, um único projeto pra todos seria suficiente... Queridos leitores, podre isso! Acho uma hipocrisia sem tamanho uma grande parte da mídia social vir com a conversinha mole pra "boi dormir" que devemos VALORIZAR A DIVERSIDADE... Oi? Depois vem a mesma parcela da mídia social, influenciada pelos velhos costumes latentes de uma sociedade atrasada, imbecil e egoísta apresentar seus padrões como caminhos pro sucesso... Imagine só: a criança nasce ----> recebe a melhor educação do mundo ------> se forma e escolhe uma profissão da moda -----> fica rico --->casa e tem filhos lindos ----> vive feliz pra sempre----> morre!

Isso sem falar na aparência física, que precisa estar adequadamente dentro dos padrões... Mesmo quando fala em "diversidade" o padrão é fixado duramente: se for gorda, não seja muito gorda... se for magra seja magra na medida certa (que medida é essa?)... Se for alto seja elegante... Se for baixo use roupas que te deixem mais alongado... Se for negro isso... Se for branco aquilo... Aff! A vida inteira, nos deparamos com tais situações que nos fazem pensar se realmente estamos vivendo bem... Se esse "bem" é o bem que a gente quer pra gente ou que os outros acham que seria melhor pra nós...  Até que ponto temos a liberdade de viver de acordo nossas escolhas? Essas escolhas são realmente nossas? Bjooo :)
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário